Tempo de Leitura estimado – 2 min

Não há dúvidas que problemas financeiros impactam a produtividade do colaborador pelo simples fato de estarem preocupados em como lidar com tais problemas.

Um estudo da PWC de 2019 mostra dados interessantes. São dados obtidos com trabalhadores adultos do mercado norte-americano.

Temos ciência que tais dados não refletem exatamente a realidade brasileira. Contudo, conceitualmente, muitos também fazem sentido aqui, talvez até em maior intensidade. Apresentamos alguns deles.

  • Geração Sanduiche – o estudo chama atenção ao crescimento da “geração sanduiche”. Com o aumento da expectativa de vida, um grupo crescente de profissionais tem suas finanças impactadas por cuidar tanto dos pais (cuja aposentadoria é insuficiente) como dos filhos (em idade escolar ou antes de ter autonomia financeira).
  • Stress Financeiro – o estudo perguntou o que mais gerava stress no trabalhador. Problema de dinheiro/financeiro foi o mais apontado como fator estressante (59%), seguido de problemas no trabalho (15%), relacionamentos (12%), problemas de saúde (10%) e outros (4%).
  • Distração – cerca de 1/3 dos entrevistados reportou que gastava mais de 3 horas semanais, durante o trabalho, lidando com problemas relacionados às finanças pessoais.
  • Aconselhamento Financeiro – o estudo informa que boa parte dos trabalhadores conta com aconselhamento financeiro da família e amigos, e cerca de 25% gostariam que suas empresas oferecessem algum tipo de consultoria financeira imparcial que os ajudassem a melhorar a gestão dos seus recursos.

Entendemos que todos esses pontos, desejos e preocupações se aplicam à nossa realidade.

Interessante notar que, aqui no Brasil, tem havido um aumento significativo da demanda por orientação para gestão de finanças pessoais. Livros relacionados ao tema estão há meses como mais vendidos e com uma demanda bastante alta também nas estantes da Kisoul.

Acreditamos que a leitura desse tipo de livro contribui para uma melhor consciência sobre o dinheiro: como ganhar, gastar e investir.

Oferecer tal leitura aos colaboradores é um modo simples da empresa contribuir na orientação financeira aos mesmos, tendo como retorno maior satisfação e provavelmente maior produtividade.

Síntese –

Problemas financeiros afetam a produtividade dos trabalhadores.

Há cada vez mais pessoas na “geração sanduiche” que tem que ajudar pais e filhos.

Os colaboradores gostariam de ter ajuda das empresas para pilotar melhor suas finanças pessoais.

Livros que tratam o assunto têm tido uma grande demanda, podem contribuir para uma melhor gestão das finanças pessoais e, consequentemente, para um aumento de produtividade no trabalho.

Empresas têm oferecido acesso a esses livros por meio da Kisoul e se percebe grande demanda e boa avaliação dos leitores.